* Tickers atualizados a cada 15 minutos.

Teoria e prática de uma carteira de ações para dividendos

Quem tem interesse em ações consideradas excelentes pagadoras de dividendos está buscando sempre saber em quais empresas investir. Se esse é o seu caso, acredito até que você saiba dizer na ponta da língua o nome de três empresas que são consideradas as melhores pagadoras de dividendos.

Mas pensando em longo prazo é importante expandir esse repertório!

Será que as boas pagadoras de dividendos de hoje ainda serão as mais indicadas daqui 5 anos?

O passado recente nos deu uma grande amostra de como as coisas podem mudar rapidamente na economia. Quem investe olhando para o futuro não deve assumir que as condições do presente permanecerão sempre as mesmas, concorda?

Então, diversificar e fazer ajustes periódicos na sua carteira de investimentos será vital para que o futuro para o qual você se esforça hoje se torne realidade.

Mas como manter uma carteira sempre diversificada e atualizada? Na teoria, parece simples. Na prática é mais simples do que você imagina!

Não tem como saber quais serão as melhores pagadoras de dividendos daqui a 5, 10 ou 20 anos, mas é certo que as ações dessas empresas vão fazer parte de um índice, que vai sendo ajustado periodicamente.

Ao longo dos anos, as empresas que diminuírem a distribuição de dividendos deixarão de atender os critérios para fazer parte do índice e serão substituídas por ações de outras empresas, que se tornarão boas pagadoras.

Qual é a melhor estratégia para investir em ETFs?

Quem investe em cotas de ETFs que replicam índices de ações boas pagadoras de dividendos sabe que terá sua carteira sempre atualizada, composta pelas melhores pagadoras de dividendo da atualidade.

Ou seja, daqui a 5, 10 ou 20 anos, a carteira do ETF vai ter mudado inúmeras vezes, mas a estratégia de investimento permanecerá intacta. Tudo o que você precisa fazer é escolher um ou mais ETFs e manter a disciplina de fazer aportes.

E se diversificar é um pilar importante dessa estratégia, por que não investir também em ações de empresas estrangeiras? Na teoria é bem simples fazer isso. Portanto, na prática, você já sabe. Simples também!

A turma dos amantes de dividendos é grande e espalhada mundo afora! Uma verdadeira legião. Muitos estrangeiros se valem da praticidade dos ETFs para fazer seus investimentos. Todo grande país tem vários índices de ações boas pagadoras de dividendos e ETFs que replicam esses índices são negociados em suas bolsas.

Por meio dos BDRs de ETFs, você pode comprar recibo desses ETFs estrangeiros com muita facilidade, pois os recibos (BDRs) são negociados na B3 e em reais.

Pronto, agora você já sabe como ter sempre centenas de empresas brasileiras e estrangeiras dividindo os lucros com você. Que tal passar da teoria para a prática? Procure a sua corretora e comece a investir o quanto antes!

Tags

ETFs • 

Dividendos • 

Estratégia

Ver todos os artigos